PAISAGENS SONORAS E TERRITÓRIOS INTANGÍVEIS do BRASIL é um projeto realizado por Josep Cerdà da Universidade de Barcelona e José dos Santos Laranjeira da Universidade Estadual Paulista, iniciado no congresso da ANPAP do ano 2010 em Cachoeira, Bahia. O projeto, tem a finalidade de estabelecer arquivos sonoros que recolham o patrimônio cultural imaterial sonoro de uma determinada localidade mediante seu registro e posterior catalogação científica. A gravação sistemática de sons de um determinado entorno natural ou cultural visa a construção de arquivos documentais das paisagens sonoras que permitam não só identificar seus componentes, mas possibilitar sua preservação, estudo e posterior difusão. Este trabalho de realiza a partir das diretrizes de la Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial (UNESCO, 2003)